SEMANA DOS SEMINÁRIOS 2018

«Formar discípulos missionários» é o tema da Semana dos Seminários 2018 que as dioceses portuguesas vão viver entre 11 e 18 de novembro, um “momento especial para olhar com mais atenção e cuidado para esta importante realidade da vida da Igreja”.
Na sua mensagem o presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios, da Conferência Episcopal Portuguesa, afirma que a Semana dos Seminários 2018 é um momento especial de vários olhares: “De gratidão, de realismo, de responsabilidade e compromisso, de confiança e esperança”.
“Todo o batizado chamado à vocação sacerdotal é um discípulo gerado na família e na comunidade cristã que se dispõe a fazer um caminho de discernimento e preparação para participar, como pastor, na missão que Jesus confiou à Igreja”, escreve D. António Augusto Azevedo. O também bispo auxiliar do Porto explica que a missão da Igreja “exige sacerdotes bem formados, chamados a ser «evangelizadores com espírito» e testemunhas da santidade de Deus”.Para isso, acrescenta, é fundamental que “todos os agentes da formação” – bispos diocesanos e seu presbitério, equipas formadoras, professores de teologia, colaboradores dos seminários, bem como as famílias, paróquias e outras realidades eclesiais – “cumpram exemplar e dedicadamente a sua missão formativa”. D. António Augusto Azevedo lembra o Ano Missionário e realça que os seminários formam discípulos para “a missão da Igreja de hoje”.“Uma missão que é impressionante pela amplitude da sua dimensão, e sedutora porque arranca da experiência profunda e alegre da descoberta do Ressuscitado; Esta missão é de tal modo apaixonante que continua a levar jovens e adultos a responder ao chamamento de Deus e a entrar no seminário”, desenvolve o presidente da Comissão Episcopal das Vocações e Ministérios.