«Fé dos Homens» com novo horário na RTP2

Emissão de segunda a sexta-feira vai iniciar-se às 15h30

Lisboa, 04 abr 2014 (Ecclesia) - O programa ‘A Fé dos Homens’, em emissão na RTP2 de segunda a sexta-feira, vai passar a ter um novo horário a partir do dia 7 deste mês, com início às 15h30.

Este espaço, onde se inclui o Programa Ecclesia, da Igreja Católica, era emitido até agora às 18h00.

Segundo apurou a Agência ECCLESIA, os responsáveis da Comissão do Tempo de Emissão das Confissões Religiosas foram informados desta alteração, justificada pela estação pública com “o início da nova grelha de programação da RTP2”.

O programa Ecclesia é da responsabilidade editorial do Secretariado Nacional das Comunicações Sociais da Igreja, organismo da Conferência Episcopal Portuguesa.

A ‘Fé dos Homens’ é um espaço dedicado às diferentes religiões reconhecidas em Portugal e instituídas através de uma Igreja própria.

 

Noite Coral 2014

 

Programa em anexo.

Anexos:
Fazer download deste ficheiro (2014_Noite Coral.pdf)2014_Noite Coral.pdf[ ]632 kB

Programa das Conferências Quaresmais 2014

Disponibilizamos em anexo o programa das Conferências Quaresmais deste ano.

Jovens falam de Confiança e Solidariedade

No dia 22 de fevereiro, pelas 18:00h, a Igreja de S. José acolhe mais um “Diálogos para uma Nova Solidariedade”. O professor José Vieira Lourenço, antigo docente de filosofia da Escola Secundária Quinta das Flores e membro de um grupo de cristãos de Coimbra, com atividade ligada às questões sociais (Comunidade João XXIII), vai falar “De Confiança à Solidariedade”.
 
A seguir ao diálogo, haverá tempo para partilhar ideias, sentimentos e conclusões em grupo. Segue-se uma refeição ao estilo de Taizé, por um preço simbólico, e, pouco depois, quando forem 21:00h, haverá uma oração ecuménica, ao som dos cânticos de Taizé.
 
Seguindo o propósito da comunidade de Taizé (França, Borgonha) para este ano, anunciado pelo Irmão Alois, pároco desta comunidade, a organização deste evento pretende estabelecer uma comunhão visível com todos aqueles que amam Jesus Cristo.
 
Numa carta intitulada “Rumo a uma Nova Solidariedade”, o Irmão Alois pergunta “Para criar novas formas de solidariedade, não terá chegado a hora de desobstruir ainda mais as fontes da confiança?”. O pároco francês, na mesma carta, diz em jeito de resposta que “Cristo de comunhão não veio para que os cristãos constituíssem uma sociedade isolada e à parte, mas envia-os para servirem a humanidade como fermento de confiança e de paz.”. Neste diálogo, o objetivo é procurar saber como é que a confiança pode influenciar a solidariedade e porque é que a confiança se apresenta como um risco, tal como a identifica o Irmão Alois no seu texto.
 
O próximo “Diálogos para uma Nova Solidariedade” irá realizar-se no dia 29 de março e, de acordo com a organização, o tema será “Fontes de Confiança em Deus, em Crise?”.
ASC
(Escrito conforme o Novo Acordo Ortográfico)